Deusa Rodrigues - Travel Agent

Dicas de viagem para Borgonha região da França de vinhos

13.maio.17 - atualizado em 03.abr.21

França e a região da Borgonha: vinhos, gastronomia e belas paisagens

Dicas de viagem para Borgonha, uma das regiões de vinhos da França. Um lugar especial para férias, que reúne cidades históricas com lindas paisagens de vinhedos e passeios pelos canais.

A região que conta com inúmeros patrimônios históricos e culturais, também é conhecida pela qualidade do vinho, pela mostarda, pelo licor de cassis, além da excelente gastronomia.

Confira as dicas de viagem que preparei para Borgonha.

Você vai gostar de ler também sobre: Pontos turísticos de Bordeaux na Aquitaine.

Dicas de viagem para Borgonha região da França de vinhos

Minha experiência na Borgonha

Eu estive na Borgonha durante uma viagem de férias para a França no mês de agosto, em pleno verão europeu. Escolhi essa região para conhecer um pouco mais do mundo dos vinhos com suas características.

A arquitetura e a cultura da região me impressionaram. Tenho ótimas lembranças da região, o melhor filé com molho de mostarda que já comi foi em Dijon. Essa é uma das dicas de viagem para Borgonha.

Conheça também: Paris passeios inusitados.

Sobre os vinhos – Dicas de viagem para Borgonha

O nome da região da Borgonha vem dos povos Burgúndios e da Burgúndia, forma utilizada na idade medieval. Por lá passaram os Celtas, Gauleses, Romanos e vários povos Germânicos.

A Borgonha é uma região administrativa que tem como principais cidades: Dijon, Beaune e vários vilarejos medievais e renascentistas.

O Império Romano foi o primeiro a plantar uvas na região, depois vieram os monges e por fim os proprietários rurais.

O vinho é a essência do França, os vinhedos passam de pai para filho há gerações, uma história de muito trabalho e dedicação.

Na Borgonha o vinho se aprimorou e ganhou o mundo, hoje é conhecida mundialmente por ser importante produtora, tem atraído não só consumidores e especialistas, bem como turistas.

Os vinhos tintos são produzidos com a uva Pinot Noair e os vinhos brancos com a Chardonnay, que são extraordinários e diferenciados devido ao terroir.

Uma das joias da Borgonha é o Romanée-Conti, considerado um dos 10 vinhos mais caros do mundo.

Quando o assunto é sobre vinhos, conheça também: Vinícolas do Chile.

O terroir da Borgonha

O solo ou terroir é um dos grandes segredos para a qualidade do vinho. Vários fatores contribuem para a excelência: o solo, a variedade da uva e o trabalho criterioso do homem.

A região é como um mosaico de terrenos de vinícolas, que foram delimitados ao longo dos séculos, são chamados de Climats e receberam da UNESCO o status de Patrimônio Mundial da Humanidade.

Cada propriedade tem suas características únicas, da geografia, da geologia e do trabalho humano, que as diferenciam entre si, toda essa diversidade fez da região da Borgonha, uma produtora vinhos de alta qualidade.

O ideal é sempre conjugar as regiões do interior da França com a capital. Leia também: Paris a cidade do bel-prazer.

França e a região da Borgonha: vinhos, gastronomia e belas paisagens

Dijon – Dicas de viagem para Borgonha

A cidade de Dijon é a maior e mais importante da Borgonha, passou a se dedicar a viticultura desde 1772, além de ser conhecida também como produtora da famosa mostarda.

Dijon tem uma imponência na arquitetura, devido ao fato de ter sido a antiga capital do Ducado de Borgonha.

Dicas de viagem para Borgonha região da França de vinhos

Dijon têm um centro histórico emblemático bem preservado e que conserva importantes obras de arte, considerado um Patrimônio Mundial da Humanidade pela UNESCO.

Esse é um lugar especial para caminhar e conhecer a cidade. O ideal é fazer o passeio da coruja, uma rota com 22 pontos históricos importantes de Dijon, que passa por casas medievais, mansões da época do Renascimentos e igrejas. No chão para marcar a rota, há plaquetas de metal com uma simpática coruja, que é símbolo de Dijon.

Dicas de viagem para Borgonha região da França de vinhos

A região de vinícolas da Alsácia, divisa da França com a Alemanha, também é muito interessante. Saiba mais no relato de viagem: Cruzeiro pelo Rio Reno.

França e a região da Borgonha: vinhos, gastronomia e belas paisagens

Não deixe de visitar também o Museu de Belas Artes no Palácio dos Duques, que conta com um acervo muito bom. Dicas de viagem para Borgonha

França e a região da Borgonha: vinhos, gastronomia e belas paisagens

Beaune – Borgonha com arquitetura primorosa

A pequena cidade de Beaune está à 46 quilômetros de Dijon, conta com 23 mil habitantes. Uma joia como monumento arquitetônico e também considerada a capital do vinho da Borgonha.

Beaune é cercada por uma muralha e têm casas medievais com fachadas no estilo Enxaimel, uma herança da vizinha Alemanha.

A técnica Enxaimel é um tipo de construção com paredes montadas com madeiras, encaixadas entre si em posições verticais, horizontais ou inclinadas. Para completar os espaços são utilizados tijolos e pedras e o efeito visual da arquitetura é incrível. Um destino no Brasil que tem construções com a técnica é Blumenau, na Vila Germânica.

Dicas de viagem para Borgonha região da França de vinhos

Beaune Hospices – Dicas de viagem para Borgonha

O Hôtel-Dieu ou Beaune Hospices, tem um estilo gótico, hoje é um museu histórico que pertence a uma fundação hospitalar. Foi criado depois da Guerra dos 100 anos, como uma instituição de caridade para receber pessoas carentes, ficou conhecido como Palácio dos Pobres. O prédio é uma obra prima de um artista holandês.

Um detalhe interessante, a Instituição que é proprietária do Beaune Hospices, também é produtora de vinho e participa do famoso Leilão do mês de novembro, um acontecimento importante na região. Todo valor da venda do vinho é revertido para benefícios da fundação hospitalar. Essa é uma das dicas de viagem para Borgonha.

O telhado “glazed-tile”, estilo chinês do Hotel-Dieu, ou Beaune Hospices é uma das grandes atrações da cidade.

Como outras mansões do século XV e XVI, formam um ambiente encantador, mais parece um cenário de conto de fadas, inclusive com alguns casarões em meio aos parreirais.

No Brasil há semelhanças na cúpula do Teatro Amazonas em Manaus, que foi construída com cerâmicas francesas, no auge do ciclo da borracha. Leia também: O que fazer em Manaus na Amazônia: melhores passeios e experiências.

Dicas de viagem para Borgonha região da França de vinhos

Conheça também a arquitetura com semelhanças no país vizinho, no post Alemanha Romântica

Fábrica de Mostarda – Edmond Fallot

Uma das melhores mostardas do mundo, é feita em Beaune, embora a fama é de Dijon. A fábrica La Moutarderie Edmond Fallot é uma das últimas do mundo a ter a produção artesanal. Hoje o Canadá é o maior produtor, no entanto os melhores grãos são da Borgonha, inclusive com selo de qualidade.

Há visitas guiadas na pequena e charmosa fábrica de mostarda, é uma oportunidade para conhecer o processo e ver os tubos de grãos. Há uma lojinha para comprar e levar para casa as delícias, essa é uma das dicas de viagem para Borgonha

Cassissium – Museu do Cassis

No Brasil a nossa referência é do famoso creme de papaia com licor de cassis, no entanto pouca gente conhece a frutinha, um tipo de berry ou groselha negra. Na Borgonha devido à característica do solo, tem um sabor inigualável. No Museu do Cassis há visitas guiadas e degustação, uma atividade que eu recomendo, pois é uma das dicas de viagem para Borgonha.

Leilão de Vinhos em Beaune

O leilão de vinhos de Beaune acontece no terceiro domingo de novembro, embora seja somente para compradores, há atividades nos vilarejos com degustações e muito movimento.

Dicas de viagem para Borgonha região da França de vinhos

Borgonha Patrimônio Cultural e Espiritual

A Borgonha guarda vários tesouros culturais e também espirituais, com diversas igrejas e basílicas, algumas já foram locais de peregrinação ao longo dos séculos. A região concentra diversos locais e monumentos que são Patrimônios Mundiais da Humanidade pela UNESCO.

Abadia de Fontenay

A Abadia de Fontenay está localizada entre Auxerre e Dijon, foi fundada em 1118. Um dos monumentos tombados como Patrimônio Mundial pela UNESCO. Ela é uma abadia cisterciense, a mais antiga do mundo.

O local além da beleza, tem uma energia espiritual como uma verdadeira viagem para a alma, um dos conceitos deste Blog, confira no final do post. A visita inclui as magníficas dependências, o jardim e livraria, dicas de viagem para Borgonha.

Abadia de Cluny

A Abadia beneditina de Cluny foi fundada em 910, um exemplar do esplendor da Europa. Entre os séculos XX e XXII, foi o centro do império monástico, considerada uma das maravilhas da França medieval. Está situada à 80 quilômetros de Beaune em Cluny.

Basílica de Santa Maria Madalena – Vézelay

Vézelay é uma pequena cidade numa colina, que conta com a Basílica de Santa Maria Madalena, também deve fazer parte do roteiro pela Borgonha. A cidade à 121 quilômetros de Beaune e 124 de Dijon.

No passado os monges guardaram as relíquias de Santa Maria Madalena na basílica e se transformou em um local de peregrinação. Nesse lugar especial faça uma rápida meditação, essa é uma das dicas de viagem para Borgonha.

Tour de vinhos – Dicas de viagem para Borgonha

Um dos melhores passeios é fazer tour de degustação nas vinícolas de Côte de Nuits e Côte de Beaune. O visual é de belas paisagens, afinal são 580 hectares de vinhedos, confira para fazer a reserva: Tour de Degustação a partir de Dijon pela rota do Grand Cru.

Outra possibilidade é conhecer a região das vinícolas de bicicleta, com um passeio por vilarejos e aldeias. Paradas para degustações de: vinho branco, vinho de groselha preta, queijo, carne e pão da Borgonha, reserve com antecedência: Tour Gourmet by Bike.

Depois de ler o livro Guerra & Vinho, vi a importância do vinho para a França. Há livros que nos inspiram para viagens, como também o contrário. Eu recomendo essa leitura, porque quanto mais conhecimento de uma região, melhor será a experiência de viagem.

Canais da Borgonha – Turismo Fluvial

Os canais da Borgonha são ótimas opções para cruzeiros fluviais, que passam cidades históricas, vinícolas e vilarejos medievais. A região é considerada uma das melhores para o turismo fluvial, são quilômetros de canais navegáveis.

A empresa Belmond conta com barcos de luxo, Afloat in France, em viagens no outono, verão e primavera, que são consideradas vilas flutuantes.

Há diversas atividades como disponibilidade de bicicletas, passeios aos campos e à vinícolas exclusivas. Entre as viagens oferecidas pelo Afloat in France destaque para a rota: Dijon, Longecourt, St. Jean, Chalon Sur Saône, Beaune, Rully e St. Leger.

França e a região da Borgonha: vinhos, gastronomia e belas paisagens

Gastronomia da Borgonha

Os restaurantes locais têm deliciosos pratos à base da famosa mostarda. Guardo na memória as ótimas refeições que fiz durante minha viagem pela Borgonha.

As comidas que mais se destacam na Borgonha são: Boeuf Bourguignon cozido com vinho tinto, o Coq au Vin (preparado com um frango selecionado), o Gougéres um tipo de bolinho com queijo, os Escargots de Bourgogne, além de muitos queijos.

Outra delícia da Borgonha é o pão de especiarias – pain d´épices. Segundo consta tem origens na China, pois fazia parte da alimentação dos guerreiros de Gengis Khan. Posteriormente durante as Cruzadas o pão foi trazido da Terra Santa para a França e a receita aprimorada. Pode ser encontrado em Dijon e em Beaune é feito de forma totalmente artesanal.

Para quem gosta de comer bem, deve acompanhar o post: Gastronomia em viagens sempre uma experiência inesquecível.

Como chegar à Borgonha

A melhor opção é voar para Paris e depois seguir por pelo trem TGV por 01h30, ou de carro alugado, que permite mais liberdade para conhecer a região.

De Dijon para Beaune há transporte de trem.

Onde ficar – Dicas de viagem para Borgonha

Hotéis de Dijon:

Hotel Mercure Dijon, Grand Hotel la Cloche Dijon MGallery e Hôtel des Ducs.

Para um ótimo custo benefício eu indico o: ibis Dijon.

Confira as ofertas de hotéis:


Booking.com

Hotéis de Beaune:

Para ficar em grande estilo em Beaune, a dica é o Hotel de Luxe Le Cep, uma propriedade no centro próximo do Hospices de Beaune, e conta com um restaurante com 1 estrela Michelin.

Um hotel econômico de bem localizado é o ibis Beaune Centre.

Outra boa opção é o  Abbaye de Maizieres.

Booking.com

Entre neste link para reservar os hotéis na Borgonha.

Melhor época – Dicas de viagem para Borgonha

Para conhecer a Borgonha as melhores épocas são na primavera e outono com clima ameno, conhecida como meia estação. No verão o calor é intenso e no inverno devido ao frio não é um bom período.

No outono as cores das árvores formam lindas paisagens e o clima tem frio ameno com sol.

Leia também os posts: Primavera na Europa, Viagens no outono.

Dicas de viagem para Borgonha

Toda viagem necessita de planejamento e providências, confira o post: Dicas para Viajar.

As comprinhas direto de um produtor de vinhos em Beaune são ótimas oportunidades.

Ir em uma feira livre em Beuane, é uma atividade interessante para conhecer os produtos locais.

Fazer tour a uma vinícola e provar uma taça de um dos maravilhosos vinhos.

Uma ótima experiência são os piqueniques nas vinícolas.

Provar o famoso filé com molho de mostarda Dijon, inesquecível.

Conjugar a região da Borgonha com Paris é tudo de bom.

A viagem ao interior da França pode combinar com outro país da Europa. Que tal conhecer: Portugal e os pontos turísticos: opção de viagem maravilhosa?

Para conhecer regiões de vinícolas próximo no Brasil, acompanhe os posts:

São Roque – Estrada do Vinho.
Lua de Mel na Serra Gaúcha.

Conceito de viagens para a alma

A região da Borgonha com seus monumentos, igrejas e basílicas, pode ser considerada como uma viagem para alma, dentro do conceito deste Blog.

No mundo há pontos de energia positiva em lugares que foram previamente preparados pelo homem, como templos para cerimônias e rituais.

Há outras áreas que a própria natureza privilegiou devido às propriedades dos minérios, do solo em conjunto com a fauna e flora.

A viagens para esses destinos fascinantes, ficarão para sempre na memória do viajante como grandes experiências da vida! Saiba mais no post: Viagens para a Alma.

Nota da Autora

Agradecemos a Atout France, que cedeu fotos do Bourgogne Tourisme – Alain Doire.

O Blog Deusa Rodrigues tem diversas parcerias de serviços. Se você usar os links abaixo nos auxiliará a manter o site. Não pagará mais por isso e em alguns casos há descontos, promoções e entregas a domicílio.

  • 🏨 Reserva de hotéis – parceria com Booking, clique aqui.
  • 🏡 Aluguel de casas e apartamentos – parceria com Booking, clique aqui.
  • ✈ Passagens aéreas e pacotes de viagem – parceria com Passagens Promo, clique aqui.
  • 🎫 Ingressos- Disney, parques temáticos, musicais da Broadway e tours. Parceria com RCA Operadora oficial, clique aqui.
  • 🚗 Aluguel de carros - parceria com Rentcars, clique aqui.
  • 🚌 Excursões e ônibus hop-on hop-off - parceria com Get Your Guide, clique aqui.
  • 🌎 Passeios e experiências - parceria com Easy Travel Shop, clique aqui.
  • 🏥 Seguro viagem - parceria com Seguros Promo, cupom de desconto DEUSA5, clique aqui.
  • 📱 Chip para celular – Viaje Conectado. Parceria com a Seguros Promo, clique aqui.
  • 💵 Câmbio de moedas - parceria Confidence Câmbio clique aqui.
  • 📚 Associado Amazon – compras online, entrega rápida, clique aqui.

Deixe o seu comentário!

Copyright © 2021 Deusa Rodrigues | Todos os Direitos Reservados

Direitos autorais: todos os textos são autorais e as fotos a maioria são autorias e outras cedidas por hotéis e representações para esse blog/site. Nenhuma parte desa publicação poderá ser reproduzida, copiada, armazenada em sistema digital ou transferida por qualquer meio eletrônico, fotocópia, mecânico, etc. sem que haja permissão por escrito emitida por esse Blog Deusa Rodrigues - viagens e lua de mel