Deusa Rodrigues - Travel Agent

Palácio da Liberdade e os atrativos do Circuito Cultural mineiro

22.maio.23 - atualizado em 01.jul.23



A visita ao Palácio da Liberdade em Belo Horizonte é um dos pontos altos das atividades culturais.

A construção faz parte do famoso Circuito Liberdade que reúne também a praça e diversos outros palacetes em volta, que atualmente são museus e memoriais.

A dica é reservar um dia para conhecer e saber mais sobre a história de Minas Gerais.

Você vai gostar de ler também sobre: Lua de Mel em Belo Horizonte.

História do Palácio da Liberdade

O Palácio da Liberdade foi inaugurado em 1898 com objetivo de servir como sede administrativa do Governo de Minas Gerais e residência oficial dos governadores.

Foi inaugurado um ano depois da construção de Belo Horizonte, como uma cidade planejada, para ser a capital, um marco na transição da monarquia para a época da república no Brasil.

Lua de Mel em Belo Horizonte

O edifício é tombado pelo IEPHA-MG desde de 1975, foi incorporado ao Circuito Cultural Praça da Liberdade e aberto à visitação pública.

Palácio da Liberdade

Estilo do Palácio da Liberdade

O Palácio da Liberdade apresenta um estilo arquitetônico eclético com inspirações inglesa e francesa.

O interior é suntuoso e imponente tanto na decoração, como no acabamento. Os lustres de cristais são destaque na construção.

O mobiliário, as tapeçarias, os cristais, as louças, os talheres, na sua maioria têm origem francesa, ou de outros países da Europa.

Palácio da Liberdade

Hall de Entrada

O hall de entrada é imponente, como todo palácio, e a partir dele há entrada para diversas salões, tendo ao centro a escada icônica. Um vitral colorido chama a atenção de quem entra, localizado bem no centro da escada.

A beleza fica por conta dos detalhes em mármore de Carrara, como no piso, nas paredes, nas duas pilastras centrais, além do bonito teto pintado.

Palácio da Liberdade

Escada do Palácio da Liberdade

A famosa escada é um dos maiores atrativos do Palácio da Liberdade, em estilo art nouveau, feita de ferro fundido com design floral e em estilo caracol.

Há controvérsias quanto a origem, se foi feita na Bélgica ou na Alemanha e posteriormente trazida para ser montada no Brasil.

O conjunto arquitetônico com o tapete vermelho forma um ambiente realmente impactante, um dos pontos importantes na visita ao Palácio da Liberdade.

Palácio da Liberdade

Sala dos Governadores

Há várias salas de exposição, sendo uma das mais importantes é a Sala dos Governadores, com fotos de todos, entre eles dois famosos que também foram presidentes do Brasil, Tancredo Neves e Itamar Franco.

Foi durante muitos anos o palácio do governo de Minas Gerais, tanto para moradia como para trabalho. Atualmente o governador Romeu Zema optou por morar em sua própria casa.

Um detalhe interessante quanto à arquitetura é observar o piso de diversos ambientes do Palácio da Liberdade, feitos de parquet com desenhos geométricos.

Palácio da Liberdade

Salão de Banquetes

Há várias salas e salões, como o de banquetes, com uma mesa para 40 a 50 convidados, o local mais icônico.

Esse foi um dos ambientes que eu mais gostei. A enorme mesa, o lustre de cristais ao centro, uma das paredes revestidas de espelho que dão uma amplitude grande e vários outros detalhes de luxo, são impressionantes.

A iluminação natural fica por conta das varandas laterais, que dão vista para os jardins dos fundos.

O Salão de Banquetes ainda é utilizado para eventos importantes do governo de Minas Gerais, como para recepcionar comitivas do exterior.

O local é o ponto alto da visita guiada ao Palácio da Liberdade.

Palácio da Liberdade

Quarto do Palácio da Liberdade

A bonita área íntima do quarto principal com a mobília original estilo francesa, em tons pastéis, digno de princesa, é uma das mais bonitas.

Esse local é como uma viagem no tempo, durante a visita ao Palácio da Liberdade.

Palácio da Liberdade

Palácio da Liberdade

Varandas do Palácio da Liberdade

Há várias varandas que dão ao palácio bastante luminosidade, sendo que a frontal com vista para a Praça da Liberdade, já foi palco de inúmeros discursos.

Os diversos governadores faziam seus pronunciamentos no passado, tendo como plateia o povo que se aglomerava nos jardins, na época que o Palácio da Liberdade não era cercado de grades.

Palácio da Liberdade

Jardins do Palácio da Liberdade

Os jardins do Palácio da Liberdade têm um estilo francês, com inspiração em Versalhes, com formas geométricas, assim como a Praça. Há diversas estátuas distribuídas pelos jardins.

Na área de fundos conta com um amplo jardim, coreto, fonte e também um pequeno orquidário, eu gostei muito dessa área e recomendo a visitação.

Quando se entra para fazer a visita é necessário deixar a bolsa ou mochila em armários com chave nos fundos do terreno.

Palácio da Liberdade

Exposições no Palácio da Liberdade

O Palácio da Liberdade é também um espaço para exposições temporárias, com foco cultural.

Fantasmas no Palácio da Liberdade

O Palácio da Liberdade como a maioria dos edifícios históricos é cercado de mistérios e histórias de fantasma, inclusive Tancredo Neves, um dos governadores não escondia esse tema em entrevistas aos veículos da imprensa.

Visita Guiada

Para a visita guiada ao Palácio da Liberdade, é realizada de sexta-feira a domingo às 16h30, no entanto a dica é consultar o site oficial do Circuito da Liberdade porque pode haver mudanças.

Circuito Cultural Liberdade

O Palácio faz parte do Circuito Cultural Liberdade, compreende a região central com praça e diversos outros edifícios históricos que hoje são museus e memorais.

Belo Horizonte foi planejada no final do século XIX para ser a capital de Minas Gerais. O Palácio da Liberdade foi construído junto de outros edifícios como um centro administrativo.

O luxo e a imponência das construções mostram o poderio econômico do estado pós declínio da exploração do ouro e início da república, com aumento da produção de café e da indústria.

Com a nova sede da Cidade Administrativa de Minas Gerais, o gabinete do governador e as secretarias foram transferidas para a região metropolitana.

Praça da Liberdade

A Praça da Liberdade é um dos principais pontos turísticos de BH, como os habitantes chamam carinhosamente a cidade.

Um dos destaques é para as palmeiras imperiais que formam um corredor central, ladeados por fonte, coreto e jardins bem cuidados.

O local é ponto de concentração e também de manifestações culturais. Durante a minha visita eu conferi uma exposição com corações coloridos, obras de diversos artistas em defesa da preservação da Mata Atlântica.

A Praça da Liberdade é o centro cultural de Belo Horizonte, rodeada por lindos palacetes históricos, que já foram secretarias do governo e hoje estão abertos à visitação pública para alegria dos turistas.

Centro Cultural Banco do Brasil

Um dos edifícios históricos, mas bonitos e preservados do Circuito Liberdade é o do Centro Cultural Banco do Brasil.

O local possui 1.200 metros quadrados, com salas de exposições e atividades culturais. O prédio foi concluído em 1930, inicialmente para sediar a Secretaria de Interior e Justiça. O estilo arquitetônico é eclético com influências art déco e neoclássicas.

A escada do hall de entrada, assim como outros palácios de época, é um dos principais pontos na arquitetura.

Durante a minha visita estava acontecendo a mostra dos grafiteiros famosos Os Gêmeos, com diversas obras, sendo a mais impactante, no vão central.

No térreo há um café para comidinhas rápidas e também um restaurante.

Em São Paulo também há um Centro Cultural Banco do Brasil, na parte histórica, com várias exposições e mostras.

MM Gerdau – Museu de Minas e Metal

O MM Gerdau – Museu das Minas e do Metal, é um museu de ciência e tecnologia com 44 exposições distribuídas em 20 áreas, localizado em bonito Prédio Rosa, um patrimônio histórico inaugurado em 1897, na Praça da Liberdade.

Eu adorei a exposição de minérios e pedras preciosas que mostram peças do Brasil e do mundo, bem como, as outras mostras.

O visitante faz uma verdadeira viagem pelo mundo dos minerais. Eu considerei o melhor museu de Belo Horizonte.

Lua de Mel em Belo Horizonte

Memorial Minas Gerais Vale

O Memorial Minas Gerais Vale (MMGV) também localizado na Praça da Liberdade, ocupa outro bonito palacete histórico de 1897.

O jardim e a escadaria de ferro, que pode ser vista da rua, apresenta a beleza das linhas arquitetônicas, com tendências francesas.

As exposições mostram expressões artísticas e tradições de Minas Gerais. O local se denomina um “museu de experiência”, onde mescla cultura com tecnologia. O bonito artesanato mineiro se faz presente no Memorial da Vale.

Lua de Mel em Belo Horizonte

Um detalhe interessante é um dos ambientes no primeiro andar, decorado como sala de estar antiga, com sofá, quadros, tapetes e um quadro em forma de TV, com um vídeo sobre a história fantasmas em Belo Horizonte, com direito a barulhos assustadores e luzes piscando.

Casa Fiat de Cultura

A Casa Fiat de Cultura conta com exposições nacionais e internacionais. Entre os artistas com obras apresentadas estão: Caravaggio, Chagall, Rodin, De Chirico, Aleijadinho, Amilcar de Castro, Tarsila do Amaral, entre outros.

Localizada na Praça da Liberdade, o destaque é para o maior painel de Candido Portinari em Minas Gerais, “Civilização Mineira”.

Centro do Conhecimento UFMG

O que não falta no Circuito Liberdade é cultura, o Espaço do Conhecimento UFMG é bem interessante com mostras sobre temas da ciência e evolução humana, além do Terraço Astronômico.

Edifício Niemeyer

O edifício residencial projetado pelo arquiteto Oscar Niemeyer, concluído em 1960, está localizado na Praça da Liberdade e chama a atenção pelas linhas curvas, além da fachada com faixas de concreto horizontais que acentuam ainda mais o estilo moderno.

Um dos pontos para fotos e também uma das atrações de Belo Horizonte, que lembra um pouco o Edifício Copan no Centro de São Paulo.

Onde Ficar em Belo Horizonte

A cidade de Belo Horizonte oferece diversas opções de hospedagem, confira abaixo as minhas sugestões por bairro.

Bairro da Liberdade

Para quem vai fazer a visita ao Palácio da Liberdade e deseja se hospedar perto, a dica é ficar no hotel íbis Liberdade que está instalado em um casarão antigo, construído em 1935 e tombado pelo Patrimônio Histórico. Um local prático pois fica próximo à Praça da Liberdade e a 300 metros do bairro Savassi.

Uma opção econômica é o Cool Living Hostel Praça da Liberdade, onde os quartos são compartilhados.

Bairro da Savassi

A região bacana para se hospedar em Belo Horizonte é o bairro Savassi, onde concentra também bares, restaurantes e lojas, além do Shopping Center.

O Novotel Belo Horizonte da rede Accor, está ao lado, do hotel íbis budget, considerado quatro estrelas e com um bom restaurante.

Para um orçamento mais econômico o hotel ibis Budget Belo Horizonte Savassi é o mais recomendado, ele se localiza na Avenida do Contorno, ao lado do Novotel. O destaque é poder caminhar e encontrar vários lugares para conhecer. Eu fui a pé para o Palácio da Liberdade.

Para uma hospedagem em categoria superior a dica é o Mercure Belo Horizonte, também na Savassi.

Bairro de Lourdes

O ibis Budget Belo Horizonte é uma boa opção para quem vai em eventos no Minascentro.

Centro de Belo Horizonte

Na área central Belo Horizonte a dica é ficar no Hotel Normandy.

Bairro da Pampulha

O bairro da Pampulha é um pouco mais afastado do Centro de Belo Horizonte, indicado para quem deseja focar no Complexo. A sugestão é o Nobile Inn Pampulha.

Onde Comer e Beber em Belo Horizonte

Belo Horizonte se orgulha de ser uma das cidades criativas do Brasil no quesito gastronomia.

Circuito Liberdade

Durante a visita ao Palácio da Liberdade, é possível comer no Centro Cultural Banco do Brasil, que conta com uma lanchonete moderna e um restaurante.

O Memorial Minas Gerais Vale (MMGV) também conta com espaço gastronômico.

O Centro do Conhecimento UFMG tem uma cafeteria bacana.

Bairro Savassi

Um dos melhores restaurantes típicos é o Dona Lucinha, que oferece a deliciosa comidinha mineira.

Como não pode faltar pão de queijo recheado na viagem, a sugestão é o Pão de Queijaria.

Para um cafezinho da terra vá no Cheirin Bão.

Para a noite o Bar Tatu Bola com uma bonita arquitetura e um bom cardápio é uma das sugestões.

Passeios no Entorno de Belo Horizonte

A cidades históricas estão a 100 quilômetros de Belo Horizonte e a dica é fazer um bate e volta para Ouro Preto e Marina.


Booking.com

Saiba mais no post: Lua de Mel em Ouro Preto.

O Museu de Inhotim é o maior a céu aberto do mundo, com obras de arte espalhadas pela vegetação exuberante de Brumadinho, bem perto de Belo Horizonte.

Que tal conhecer Tiradentes?

Como Chegar em Belo Horizonte

Para chegar em Belo Horizonte há voos da maioria das capitais do Brasil, confira as promoções para compra das passagens aéreas.

Seguro Viagem

O Seguro Viagem é um item importante, compare empresas e preços para fazer a reserva.

Deixe o seu comentário!

Copyright © 2024 Deusa Rodrigues | Todos os Direitos Reservados

Direitos autorais: todos os textos são autorais e as fotos a maioria são autorias e outras cedidas por hotéis e representações para esse blog/site. Nenhuma parte desa publicação poderá ser reproduzida, copiada, armazenada em sistema digital ou transferida por qualquer meio eletrônico, fotocópia, mecânico, etc. sem que haja permissão por escrito emitida por esse Blog Deusa Rodrigues - viagens e lua de mel